Como escolher uma picadora industrial

Uma picadora industrial é um equipamento dotado de motor que serve para picar, ou moer, alimentos. A maioria das picadoras industriais são picadoras de carne, também conhecidas como moedores de carne ou, ainda, picadores de carne.

As picadoras de carne industriais têm capacidade para picar grandes quantidades de carne com uma qualidade constante. São utilizadas, nomeadamente, em grandes talhos e em cozinhas de restauração coletiva.

Picadoras industriais: ver produtos

  • Quais os principais critérios de escolha de uma picadora industrial?

    Picadora de carne Vemag

    Picadora de carne Vemag

    Os principais critérios a ter em conta ao escolher uma picadora industrial são:

    • A temperatura ambiente: para trabalhar com carne num local fresco, por exemplo numa sala de preparação de carnes, poderá optar por uma picadora convencional. Contudo, se procura uma máquina para picar carne numa cozinha ou numa fábrica sem temperatura controlada, escolha antes uma picadora refrigerada, por razões de higiene.
    • A capacidade de produção: corresponde à quantidade de carne por hora (kg/h) que a máquina é capaz de picar.
    • As dimensões e a capacidade da bandeja: o tamanho da bandeja, também chamada tabuleiro, é determinante para a quantidade de carne que pode ser colocada de uma só vez na picadora.
    • A potência do motor: as picadoras de carne para uso doméstico têm uma potência entre 300 e 500 watts, ao passo que os modelos industriais têm, na sua grande maioria, uma potência motora entre 800 e 1600 watts. Quanto maior a quantidade de carne a picar, mais potente deverá ser o motor.
    • O diâmetro da boca de saída e o diâmetro dos furos do disco: uma boca de saída de maior diâmetro permitirá picar maiores quantidades de carne. Quanto ao discos perfurados, há discos com furos de diferentes diâmetros. A escolha dependerá do resultado desejado. Para obter uma textura mais fina, por exemplo, deverá optar naturalmente por um disco com furos pequenos.
  • Picadora com ou sem sistema de refrigeração?

    A preparação de carnes é um processo delicado por razões de higiene mas também de eficiência, pois algumas carnes são mais fáceis de picar a baixas temperaturas.

     

    • Quando optar por uma picadora convencional?

    Para uma área com temperatura controlada, como uma sala de preparação de carne, bastará uma picadora convencional, isto é, sem sistema de refrigeração.

     

    Picadora de carne refrigerada Dadaux

    Para locais com uma temperatura ambiente superior à recomendada para a preparação de carnes, deverá optar por uma picadora refrigerada.

    Além disso, é mais fácil picar pedaços de carne que estejam quase congelados. Ora, nas picadoras convencionais, a temperatura da carne vai aumentar, tornando-a mais difícil de moer.

    Em suma, uma picadora refrigerada permite moer a carne mais facilmente e, acima de tudo, evitar o desenvolvimento de germes.

  • Porque é importante a escolha da potência da picadora?

    A carne pode ser mais ou menos dura e mais ou menos suculenta, dependendo se é de galinha, de vaca, de vitela, etc. A fim de evitar o entupimento da picadora, há que escolher um modelo com uma potência adequada ao tipo de carne que se pretende picar.

    Se precisa de moer carnes duras, opte por um motor com uma potência de 1600 watts ou superior. No caso de carnes tenras, não será necessário um motor tão potente.

    Para carnes bastante suculentas, um motor com uma potência de 800 watts é suficiente. Quando se trata de carnes mais secas, é preferível um motor com uma potência mais elevada.

  • Como dimensionar uma picadora industrial?

    Além da potência, há que levar em conta a capacidade de produção da picadora, indicada pelo fabricante em kg/h, bem como as dimensões da respetiva bandeja.

    Para processar grandes quantidades de carne, por exemplo em cozinhas de restauração coletiva e em grandes talhos, convém optar por uma picadora com uma produção de, pelo menos, 400 kg por hora.

  • Como escolher o disco perfurado para a picadora?

    Disco de picadora Kolbe

    As picadoras vêm, geralmente, acompanhadas de vários discos com furos de diferentes diâmetros. Bastará mudar o disco para se obter um produto picado de forma mais fina ou mais grossa.

    • Os discos com furos de pequeno diâmetro (Ø 2,7 – 3 mm) são ideais para picar sementes, por exemplo, mas pouco adequados para carne.
    • Os discos com furos de 4 a 6 mm de diâmetro podem ser utilizados para a maioria dos tipos de carne, assim como para queijo e legumes.
    • Os discos com orifícios superiores a 7 mm destinam-se, nomeadamente, à preparação de carne para salsichas.

    Alguns moedores de carne possuem um pré-cortador, cuja função é cortar a carne em pedaços mais pequenos, que será assim mais fácil de picar.

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *