Que rotuladora / etiquetadora escolher?

As rotuladoras e etiquetadoras são equipamentos projetados para aplicar rótulos e etiquetas numa grande variedade de produtos. A rotulagem é uma parte importante do processo de embalagem, não só porque fornece informação relevante sobre o produto mas também porque o torna visualmente mais atrativo para o consumidor.

Rotuladoras e etiquetadoras: ver produtos

  • Como escolher uma rotuladora / etiquetadora?

    Rotuladora semiautomática Tenco

    Para escolher o modelo mais adaptado a uma dada linha de produção, deve ter-se em consideração os seguintes aspetos:

    • O modo de funcionamento: automático, semiautomático, manual.
    • A capacidade de produção (velocidade de aplicação): o número de produtos rotulados ou etiquetados por hora ou por minuto.
    • O tamanho dos rótulos ou das etiquetas.
    • A posição do rótulo ou da etiqueta: na parte superior, inferior ou lateral do produto.

    O formato da embalagem também poderá influenciar a escolha. Por exemplo, para produtos cilíndricos ou cónicos, a rotuladora semiautomática constitui uma boa opção, pois permite colar os rótulos sem formar rugas.

    Para aplicações em pequena escala, recomenda‑se uma etiquetadora mais fácil de utilizar, de preferência manual.

    Por último, a fim de reduzir o tempo de paragem da máquina, convém assegurar‑se de que os rolos de etiquetas e outros consumíveis da máquina podem ser facilmente substituídos sem a intervenção de um profissional ou a utilização de uma ferramenta específica.

  • Porquê optar por uma rotuladora automática?

    As rotuladoras e etiquetadoras automáticas possuem, geralmente, um motor de passo e permitem a aplicação rápida e uniforme de rótulos e etiquetas. Pela sua elevada capacidade de produção, são ideais para rotulagem e etiquetagem de produtos em grande escala. A robustez e a simplicidade de funcionamento destas máquinas estão entre as suas principais vantagens. Também exigem pouca manutenção, sendo esta realizada sem necessidade de ferramentas específicas. A manutenção e a limpeza dos rolos de alimentação de rótulos são igualmente fáceis e rápidas de efetuar. Além disso, estas rotuladoras são facilmente integradas em linhas de produção já existentes. Algumas máquinas automáticas podem colocar diferentes tipos de rótulos e etiquetas em simultâneo.

    Vantagens:

    • aplicação rápida e uniforme
    • elevada capacidade de produção
    • flexibilidade dos formatos de rótulos
    • funcionamento simples
  • Quais os diferentes tipos de rotuladoras automáticas?

    Rotuladora automática da marca CDA

    Entre as muitas rotuladoras automáticas disponíveis no mercado, encontrará várias que poderão adaptar‑se ao seu tipo de produção.
    Por exemplo, algumas máquinas têm pés ajustáveis em altura ou rodízios que facilitam a sua integração em qualquer linha de produção. Os modelos dotados de uma cabeça de aplicação com rotação a 90° permitem colocar rótulos e etiquetas na parte lateral e superior do produto a uma velocidade que pode atingir os 60 metros por minuto.

    • As rotuladoras automáticas lineares efetuam a aplicação de etiquetas em linha reta nas partes superior, inferior e lateral da embalagem, com uma repetibilidade que garante uma precisão de aproximadamente 0,5 mm e velocidade de aplicação até 60 metros por minuto.
    • As rotuladoras automáticas para produtos cilíndricos destinam‑se a colocar rótulos em recipientes cilíndricos, cónicos ou com múltiplas faces planas. Poderão integrar um sistema de aplicação de contrarrótulos e/ou de selos de garantia de inviolabilidade na tampa. Estes equipamentos oferecem uma repetibilidade com cerca de 0,5 mm de precisão e velocidade de aplicação até 40 metros por minuto.
    • As impressoras-aplicadoras automáticas efetuam a impressão e a aplicação de rótulos e etiquetas em linha reta nas superfícies superior, inferior ou lateral dos recipientes, seja pelo método Wipe-on, seja pelo método Tamp‑Blow. Oferecem uma repetibilidade com cerca de 0,5 mm de precisão e velocidade de aplicação até 40 metros por minuto.
  • Porquê escolher uma rotuladora semiautomática?

    Rotuladora semiautomática Labelpack

    Se pretender automatizar parcialmente o processo de rotulagem / etiquetagem, as rotuladoras e etiquetadoras semiautomáticas constituem a melhor opção. Oferecem precisão, flexibilidade e facilidade de utilização.

    Neste tipo de rotuladoras, o operador posiciona o produto e a máquina aplica o rótulo acionada por meio de um pedal ou automaticamente se tiver um sensor incorporado. É a solução ideal para colar rótulos ou etiquetas autoadesivas em produtos cilíndricos e cónicos, tais como garrafas, frascos e tubos. As etiquetas e os rótulos são aplicados sem formação de rugas, o que confere ao produto uma apresentação cuidada, reflexo de um trabalho profissional. Os modelos com sensor têm uma velocidade de aplicação semelhante à das rotuladoras automáticas (até 1 200 produtos por hora).

    Vantagens:

    • flexibilidade
    • facilidade de utilização
    • ideal para produtos cilíndricos ou cónicos
    • elevada velocidade de trabalho
  • Porquê escolher uma etiquetadora manual?

    Etiquetadora manual SATO Asia Pacific

    Em pequenas empresas e lojas, opta‑se frequentemente por etiquetadoras manuais pois, ao contrário das automáticas, são ideais para tarefas simples como o controlo de stocks e a aplicação de etiquetas de preço. Estas etiquetadoras apresentam diversas vantagens, nomeadamente a facilidade de utilização, bem como a troca fácil e rápida dos rolos de etiquetas. Além disso, são obviamente mais leves e mais pequenas do que as máquinas automáticas e semiautomáticas. Constituem também a escolha mais adequada para indústrias com baixo volume de produção.

    Vantagens:

    • ideal para baixo volume de produção
    • baixo preço
    • pequenas dimensões
    • facilidade de utilização e de manutenção
  • Que outros critérios ter em conta ao escolher uma rotuladora/etiquetadora?

    Elencamos, em seguida, outros critérios que poderão orientá‑lo na sua escolha.

    • O tipo de suporte: superfície rígida, irregular, flexível ou frágil.
    • O peso do etiquetadora (manual): os modelos mais pesados podem cansar o utilizador, diminuindo a precisão e a velocidade de trabalho.
    • Um sistema integrado de controlo de qualidade: necessário se não houver controlo de qualidade manual.
    • O tipo de etiquetas.
    • O formato dos produtos: cónico, cilíndrico, plano, etc.
    • O método de aplicação: Wipe-on, Blown-on ou Tamp-blow.

     

    A escolha do método de aplicação dos rótulos e etiquetas vai depender principalmente da configuração da linha de produção e da fragilidade do produto. Os fabricantes saberão aconselhá‑lo com base nas características da aplicação a que a máquina se destina.

    Aplicação Wipe-on

    Este é o método mais comum de aplicação de rótulos e etiquetas autocolantes. Quando o produto passa pelo aplicador, o rótulo é pressionado contra o produto por uma escova ou um rolo. O rótulo e o produto devem avançar ao mesmo tempo. Para realizar esta sincronização, o equipamento necessita de um codificador que forneça impulsos elétricos correspondentes à velocidade do aplicador e do produto.

    Aplicação Blow-on

    Utiliza vácuo para manter o rótulo numa posição precisa sobre uma placa perfurada. No momento em que o produto passa, o vácuo é interrompido para soltar o rótulo, que é então projetado por um jato controlado de ar comprimido contra a superfície do produto. O método Blow-on, ou por sopro, é o mais utilizado com rótulos de papel, e permite aplicar rótulos de diferentes tamanhos e formatos. Estas máquinas podem operar a velocidades bastante elevadas, aplicando até 1 000 rótulos por minuto. Dado tratar‑se de um método de rotulagem sem contacto, é ideal para produtos alimentares e recipientes frágeis.

    Aplicação Tamp-blow

    O princípio de funcionamento é bastante semelhante ao do método Blow-on: o rótulo é posicionado e mantido na placa por um sistema de vácuo e depois aplicado no produto por meio de um jato de ar comprimido. A diferença é que a aplicação Tamp-blow utiliza um cilindro pneumático para aproximar a placa com o rótulo do produto. Este método é ideal para aplicar etiquetas e rótulos pequenos com extrema precisão.

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível.