Como escolher uma pistola de pintura

As pistolas de pintura são pulverizadores utilizados para aplicar tinta (e outros produtos líquidos de revestimento, como esmaltes ou vernizes) em todo o tipo de peças.

Em relação aos métodos tradicionais de aplicação de tinta, como a pintura com rolos, trinchas e pincéis, as pistolas oferecem uma produtividade bastante mais elevada, menor consumo de tinta e acabamentos de qualidade superior.

As pistolas de pintura estão presentes em diversos setores, designadamente em linhas de produção industrial, em oficinas e na construção civil. Mas o seu uso não é exclusivamente profissional, sendo também utilizadas por muitos particulares em trabalhos de bricolagem.

Pistolas de pintura: ver produtos

  • Pistola de pintura manual ou automática?

    Pistola de pintura automática SAMES KREMLIN

    Pistola de pintura automática SAMES KREMLIN

    As pistolas de pintura podem ser manuais ou automáticas.

     

    Pistolas de pintura manuais

    As pistolas manuais são utilizadas por um operador, geralmente em oficinas ou na construção civil, para pintar pequenas séries de peças.

    São, na sua maioria, pistolas de baixa pressão (de cerca de 6 bar). Geralmente fabricadas em alumínio, são bastante leves, oferecendo assim maior facilidade de manuseamento e uma utilização mais confortável, menos cansativa para o operador.

     

    Pistolas de pintura automáticas

    Estas pistolas destinam‑se a ser instaladas em sistemas automáticos de pintura integrados em linhas de produção em massa.

    São alimentadas por ar comprimido e podem ser utilizadas para pintar peças de quaisquer dimensões.

  • Por que método de pulverização optar?

    Pistola de pintura PREVOST

    Pistola de pintura PREVOST

    As pistolas de pintura diferem quanto aos métodos de pulverização que utilizam para projetar a tinta. Como tal, antes de escolher um modelo, é essencial determinar qual o método mais adequado às aplicações previstas.

     

    Pistolas elétricas de baixa pressão

    Estas pistolas têm incorporado um pequeno compressor e, portanto, necessitam apenas de uma fonte de alimentação elétrica para funcionar. 

    Destinam-se, principalmente, a trabalhos ocasionais de pintura de pequenas superfícies.

    Vantagens:

    • Leves e fáceis de manusear, são ideais para trabalhos de bricolagem;
    • Embora muito básicas, estas pistolas são bastante eficazes e de preço acessível;
    • Dispensam o uso de um compressor externo.

    Desvantagens:

    • São adequadas unicamente para pequenas superfícies;
    • As tintas de elevada viscosidade, como as acrílicas ou as tintas à base de óleo, têm de ser diluídas com água ou com um diluente, respetivamente.

     

    Pistolas pneumáticas, ou pistolas de pintura a ar comprimido (convencionais)

    São também designadas pistolas de pintura de ar assistido ou pistolas assistidas a ar (do inglês air-assisted). Utilizam ar comprimido para pulverizar a tinta e têm de ser ligadas a um compressor externo ou a uma rede de ar comprimido.

    Relativamente à forma como a tinta é transferida para o bico de pulverização, estas pistolas podem ser alimentadas por gravidade ou sucção, a partir do reservatório de tinta incorporado (também chamado copo ou caneca), ou alimentadas por pressão, através de uma mangueira ligada a uma bomba ou a um tanque pressurizado.

    Vantagens:

    • Trata-se de uma tecnologia comprovada e de baixo custo.

    Desvantagens:

    • Produzem uma quantidade significativa de overspray, ou névoa (gotículas da tinta pulverizada que não aderem à peça durante a aplicação). O overspray, para além de se poder depositar noutras superfícies que não estejam protegidas, representa também um desperdício de produto.

     

    Pistolas de pintura HVLP e LVLP:

    Pistolas de pintura HVLP

    As pistolas de pintura HVLP (high volume low pressure, ou seja, alto volume e baixa pressão) pulverizam a tinta a baixas pressões (cerca de 0,7 bar) utilizando um volume de ar elevado (8,5-40 m3/h). A pulverização é mais suave do que com uma pistola convencional, o que resulta em menor quantidade de overspray, melhor adesão da tinta à superfície e redução das perdas de produto.

    As pistolas HVLP são indicadas para pequenos trabalhos de pintura.

    Vantagens:

    • São muito eficazes;
    • Oferecem um acabamento melhor do que as pistolas de alta pressão;
    • Produzem pouco overspray;
    • Reduzem o desperdício de tinta, sendo assim mais económicas;
    • Como geram menos névoa, poluem menos o ambiente de trabalho, a limpeza do local é mais rápida e há menos custos associados à eliminação de resíduos tóxicos.

    Desvantagem:

    • São adequadas principalmente para pequenas superfícies.

    Pistolas de pintura LVLP

    As pistolas de pintura LVLP (low volume low pressure, ou seja, baixo volume e baixa pressão) utilizam menos volume de ar e pressões mais baixas do que as pistolas HVLP. Pulverizam a tinta a pressões baixas, mas que não estão limitadas a 0,7 bar, contrariamente às pistolas HVLP.

    Vantagens:

    • A atomização do produto é melhor do que com pistolas HVLP;
    • São adequadas para produtos de base aquosa;
    • Permitem uma aplicação mais rápida do produto;
    • Oferecem um melhor acabamento;
    • Utilizam menos ar comprimido;
    • São indicadas para grandes superfícies.

     

    Pistolas de pintura airless

    Estas pistolas não utilizam ar comprimido. A pulverização sem ar é conseguida com uma bomba externa de alta pressão, que força a tinta a passar a pressões muito elevadas (até 300 bar) através de um pequeno orifício no bico de pulverização.

    As bombas podem ser alimentadas por um reservatório ou puxar a tinta diretamente de uma lata ou de um balde.

    Vantagens:

    • Estas pistolas são económicas;
    • São fáceis de manusear e permitem pintar com maior comodidade;
    • Podem ser utilizadas para pulverizar diversos produtos, como verniz, tinta acrílica, tinta de dispersão, de látex, etc.;
    • São adequadas para grandes trabalhos de pintura, por exemplo, de edifícios ou de embarcações;
    • Permitem aplicar grandes quantidades de tinta em pouco tempo.

     

    Pistolas de pintura air-assisted airless (aircoat)

    São especialmente concebidas para a pulverização de produtos de base solvente, como o verniz. Estas pistolas combinam o método de pulverização sem ar (airless) com uma pressão média. Utilizam uma pequena quantidade de ar comprimido que auxilia a atomização mas sem criar ressalto na peça, reduzindo assim o desperdício de tinta.

    Vantagens:

    • Reduzem o consumo de tinta e de ar comprimido;
    • Os acabamentos obtidos são de melhor qualidade;
    • São adequadas para aplicar revestimentos líquidos em pequenas superfícies.
  • Pistola de pintura pneumática: que tipo de alimentação escolher?

    Pistolas de pintura DEVILBISS

    Pistolas de pintura DEVILBISS

    As pistolas de pintura convencionais (com ar comprimido) podem ter três tipos de alimentação, o que se vai refletir na sua configuração.

     

    Alimentação por pressão  

    A tinta é enviada sob pressão por uma mangueira até ao bico da pistola e atomizada. As pistolas de alimentação por pressão têm duas entradas: uma para ligar a mangueira de ar e outra para a mangueira de tinta.

    Vantagens:

    • Estas pistolas permitem pintar em todas as direções;
    • São adequadas para aplicar grandes quantidades de tinta.

    Desvantagem:

    • É necessário um sistema de alimentação de tinta por pressão externa.

     

    Alimentação por sucção 

    Estas pistolas possuem um reservatório inferior, também dito copo ou caneca. A tinta é aspirada do copo até ao bico da pistola, e depois atomizada. As pistolas alimentadas por sucção são utilizadas há já muitos anos na indústria automóvel.

    Desvantagens:

    • A pressão do ar comprimido deve ser elevada para aspirar a tinta do reservatório. Como tal, esta configuração não é compatível com os sistemas de baixa pressão que oferecem um melhor acabamento;
    • Consomem mais energia do que as pistolas de alimentação por gravidade, uma vez que necessitam de ar comprimido a pressões mais altas.

     

    Alimentação por gravidade

    Estas pistolas possuem um reservatório superior, isto é, situado por cima da pistola. A tinta que se encontra no copo desce por ação da gravidade. Com este sistema, toda a tinta contida no copo é utilizada. A desvantagem desta técnica é que só funciona se a pistola estiver orientada de modo que a tinta flua corretamente, não sendo possível pintar em todas as direções.

    Vantagens:

    • Estas pistolas são perfeitas para aplicação em pequenas superfícies e para trabalhos de precisão.

    Desvantagens:

    • As pistolas com alimentação por gravidade não podem ser utilizadas com materiais viscosos se estes não forem diluídos;
    • Não são adequadas para trabalhos de grande envergadura;
    • Não permitem pintar em certas direções (de baixo para cima, etc.).
  • Como escolher a pistola de pintura certa?

    Pistola de pintura GRACO

    Pistola de pintura GRACO

    Ao escolher uma pistola de pintura, há vários elementos que importa levar em conta.

     

    O tipo de produto a pulverizar

    Antes de mais, deverá escolher a sua pistola de pintura com base no tipo de produto que pretende pulverizar.

    • Para vernizes e velaturas (lasures), opte por pistolas air-assisted airless (aircoat), que são especialmente concebidas para a pulverização de materiais finos e brilhantes. Este tipo de pistola é particularmente adequado para o setor automóvel. 
    • Para tintas clássicas, acrílicas ou de látex, bem como para produtos pesados e viscosos como massas ou colas, poderá escolher qualquer pistola airless. Este tipo de pistola é particularmente adequado para pintores da construção civil.

     

    A pressão: baixa ou alta?

    A pressão da pistola de pintura depende do tipo de trabalhos que se pretende realizar.

    • Para trabalhos pontuais sobre pequenas superfícies, as mais indicadas são as pistolas de baixa pressão. As pistolas HLVP são especialmente recomendadas para pintar pequenas superfícies, constituindo a solução ideal para carpinteiros e marceneiros.
    • Para pintar grandes superfícies, convém optar por uma pistola de alta pressão.

     

    O fluxo de produto a aplicar

    Para pintar ou envernizar um móvel, será necessário um fluxo baixo, mas para pintar a fachada de uma casa, por exemplo, precisará de um fluxo de tinta elevado. De notar que certas pistolas de pintura não permitem ajustar o fluxo de produto a aplicar. Como tal, são menos versáteis, pois não podem ser utilizadas para efetuar diversos trabalhos de pintura que exijam fluxos diferentes, como envernizar mobiliário e pintar paredes. Por isso se recomenda a compra de pistolas com fluxo ajustável.

     

    A capacidade do reservatório

    No caso das pistolas de pintura com copo, é importante ter em atenção a capacidade deste. Um copo maior leva mais tinta, permitindo pintar durante mais tempo de seguida. No entanto, também será mais pesado, tornando o seu uso mais cansativo para o utilizador.

     

    O bico de pulverização

    O bico é a parte da pistola que pulveriza o produto (tinta, verniz, etc.). É um elemento que se troca facilmente, pois é necessário mudá-lo em função do produto que se conta aplicar, nomeadamente da sua viscosidade. Os bicos de jato plano, ou jato em leque, podem ser fixos ou ajustáveis. É preferível optar por um bico ajustável, que lhe permitirá projetar o leque de tinta na vertical ou na horizontal. 

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *