Que ensacadeira escolher?

As ensacadeiras são máquinas que servem para acondicionar produtos acabados, líquidos, fluidos ou sólidos em sacos. São bastante utilizadas nos sectores alimentar, médico, farmacêutico, entre outros.

O ensacamento consiste numa fase de preparação do produto (por exemplo, pesagem, contagem ou doseamento), seguida do enchimento e, depois, do corte e da selagem da embalagem.

Também chamadas ensacadoras, máquinas de ensacar e máquinas de ensacamento, não devem ser confundidas com as aplicadoras de filme plástico, as seladoras térmicas e outras máquinas de embalagem.

Ensacadeiras: ver produtos

  • Como escolher uma ensacadeira?

    Ensacadeira da Automated Packaging Systems

    A escolha de uma ensacadeira deverá basear-se, antes de mais, no tipo de produto que se pretende acondicionar. Existem máquinas próprias para ensacar produtos líquidos, sólidos, gelatinosos, em pó, cremes, etc. Em seguida, escolhe-se o material da embalagem, por exemplo, filme de polietileno ou de PVC, retrátil ou não.

    Importa, igualmente, ter em conta a capacidade de produção em termos de:

    • número de sacos por minuto;
    • capacidade de cada saco em mililitros, litros, gramas ou quilos.

    Seguidamente, determine qual o tipo de embalagem que melhor se adequa ao produto a ensacar, nomeadamente:

    • o formato inicial do produto de embalagem, que podem ser bobinas de filme, sacos pré-formados, etc;
    • as dimensões finais do saco, tendo em conta o volume do produto.

    Por fim, é necessário ter em conta o tipo de selagem, mais precisamente, o número de lados a selar para formar e/ou fechar o saco, que pode ir de um a quatro, dependendo do formato inicial do produto de embalagem.

    • Um saco pré-formado só necessita da selagem de um lado, uma vez concluído o enchimento. Este pode ser realizado de forma manual ou automática.
    • O ensacamento a partir de bobinas tubulares requer a selagem de dois lados, antecedida ou seguida de corte. Primeiro é selado o fundo para formar o saco e, depois de introduzido o produto, é selada a outra extremidade. As bobinas tubulares podem ser utilizadas para ensacamento manual ou então para ensacamento totalmente automático com máquinas de ensacar tipo FFS (Form Fill Seal).
    • O ensacamento a partir de bobinas de filme simples ou dobrado exige a selagem de três lados. Caso se trate de produtos líquidos ou em pó, a máquina efetua a selagem de dois lados antes do enchimento e, no final, fecha o saco.
    • A selagem de quatro lados é realizada por máquinas alimentadas com duas bobinas paralelas ou com uma única bobina mas cujo filme é cortado e sobreposto. Numa ensacadeira horizontal, o produto a embalar é colocado sobre o filme, depois coberto com um segundo filme e, no final, a máquina sela os quatro lados, unindo as duas partes do filme. É o processo utilizado, por exemplo, na produção de saquetas de chá. Numa ensacadeira vertical, as duas partes do filme são unidas em três lados, formando um saco. Após o enchimento, o quarto lado é selado e cortado.
  • Ensacadeira horizontal ou vertical?

    Ensacadeira horizontal da PFM Packaging Machinery

    A escolha depende essencialmente do tipo de produto a ensacar.

    • As ensacadeiras verticais são utilizadas para embalar produtos líquidos, gelatinosos ou em pó, cremes ou pequenas peças. O enchimento é feito por gravidade.
    • As ensacadeiras horizontais destinam-se a acondicionar produtos sólidos em embalagens individuais ou contendo várias unidades, como, por exemplo, queijo, carne, sabonetes, bolachas, etc.
    • As ensacadeiras inclinadas constituem uma variação das máquinas de ensacar verticais, pois também efetuam o enchimento por gravidade, porém com uma certa inclinação. São, portanto, ideais para acondicionar produtos frágeis, ou ainda produtos pesados ou com arestas que, de outro modo, poderiam romper os sacos.
  • Quais os diferentes tipos de ensacadeiras?

    Ensacadeira Flow-Pack da marca Ishida

    Existem diferentes tipos de máquinas de ensacar. A escolha depende, sobretudo, das características do produto que se pretende acondicionar.

    • Ensacadeiras FFS (Form, Fill and Seal), ou Flow-pack: podem ser verticais (VFFS) ou horizontais (HFFS). Estas ensacadeiras realizam o processo completo em três etapas: formação do saco por selagem térmica a partir de uma bobina de filme simples, dobrado ou tubular, deixando apenas um lado aberto; enchimento e compactação do produto; fecho do saco.
    • Ensacadeiras Stick pack, ou sacheteiras: são máquinas de movimento contínuo destinadas à embalagem de pequenas doses de produtos líquidos, granulados ou em pó. Depois de formarem pequenos tubos a partir de uma bobina de filme, enchem-nos com o produto, fecham-nos e cortam-nos em embalagens individuais ou realizam um picotado que permite mantê‑los unidos e separá‑los facilmente mais tarde.
      Certas ensacadeiras para produtos alimentares ou farmacêuticos possuem um sistema de injeção de azoto para uma melhor conservação do seu conteúdo.
    • Balanças ensacadeiras: são máquinas que realizam o enchimento de sacos de boca aberta ao mesmo tempo que pesam o produto no seu interior. Quando este atinge o peso definido, cessa o enchimento e o saco é selado. Há balanças ensacadeiras automáticas e semiautomáticas.
      Em certos modelos, o enchimento realiza‑se por baixo, o que permite reduzir a disseminação de poeiras na atmosfera e, por conseguinte, obter um ensacamento mais higiénico. Para produtos em pó muito fino, poderá optar por uma ensacadeira com enchimento por aspiração em sacos valvulados porosos. Para materiais que possam ser comprimidos, como os isolantes a granel, poderá recorrer a uma ensacadeira de compressão, capaz de reduzir consideravelmente o volume dos sacos, o que facilita a paletização dos produtos.
    • Ensacadeiras a vácuo: as máquinas de ensacar a vácuo constituem uma subcategoria dos diferentes tipos de ensacadeiras acima mencionados, ou seja, possuem uma função suplementar que aspira o ar do saco antes de o fechar.
  • Que outras características ter em conta?

    Algumas ensacadeiras realizam igualmente a marcação de sacos por impressão com jato de tinta, a laser ou por transferência térmica.

    Certas marcas comercializam máquinas de ensacar com outras funções suplementares, como por exemplo:

    • formação de alça, uma opção que pode ser particularmente útil no caso de sacos volumosos ou pesados;
    • selagem dupla com furo por onde se pode pendurar o saco;
    • aplicação automática de fechos clipband ou twistband;
    • aplicação automática de tampas;
    • aplicação automática de etiquetas.
Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *