Como escolher um micrômetro

O micrômetro é um instrumento de medição que serve para medir peças de pequenas dimensões com extrema precisão, geralmente da ordem do milésimo ou centésimo de milímetro (0,001 ou 0,01 mm, respetivamente). 

É utilizado na fabricação de peças mecânicas, em metrologia e em diversas indústrias que exijam a medição de dimensões precisas. O seu uso é crucial para garantir a qualidade e a conformidade dos produtos fabricados.

A maioria dos micrômetros analógicos possuem um arco metálico com um batente e um fuso. A cada volta do tambor, o fuso avança ou recua um passo.

Os micrômetros digitais, além da função de medição, também oferecem a possibilidade de comparar diferentes dimensões com grande precisão.

Micrômetros: ver produtos

  • Quais os critérios de escolha de um micrômetro?

    Estes são os principais critérios que importa considerar para a escolha de um micrômetro:

    Tipo de micrômetro

    Existem diferentes tipos de micrômetros. A escolha depende da utilização prevista:

    • O micrômetro externo é usado para medir dimensões externas;
    • O micrômetro interno é usado para medir dimensões internas; 
    • O micrômetro de profundidade é usado para medir ranhuras e furos, mesmo os mais profundos.

    Faixa de medição

    A faixa de medição dos micrômetros pode ir de alguns milímetros a vários centímetros, dependendo dos modelos. Certifique-se, por isso, de que opta por um micrômetro adequado às dimensões das peças que será preciso medir. 

    Precisão e resolução

    A precisão e a resolução do micrômetro são duas características fundamentais. A precisão corresponde ao grau de exatidão com que o micrômetro é capaz de realizar as medições e depende da qualidade de fabricação do instrumento. A resolução, também chamada graduação, é expressa em micrômetros (ou mícrons) e indica a menor variação que o instrumento pode medir. A resolução do micrômetro influencia diretamente a sua precisão. Ou seja, quanto mais alta a resolução, maior será a precisão das medições.

    Sistema de medição 

    Os micrômetros podem ter escalas graduadas em milímetros ou em polegadas, conforme os países.

    Zeragem

    Em certos micrômetros, é possível ajustar manualmente o ponto zero para compensar o desgaste ou para calibrar o dispositivo.

    Leitura

    Os micrômetros mais comuns, de arco, têm uma escala graduada fixa na bainha e uma escala móvel no tambor. Os modelos mais modernos possuem displays digitais, que permitem uma leitura mais precisa e rápida.

    Ergonomia

    A facilidade de uso e o conforto do usuário em casos de utilização frequente são fatores que importa levar em consideração ao escolher um micrômetro.

    Preço

    O preço dos micrômetros varia de acordo com a qualidade e as características do dispositivo. 

  • Quais os diferentes tipos de micrômetros?

    Existem três tipos principais de micrômetros, cada um com diferentes aplicações. 

    Micrômetro externo STARRETT
    Micrômetro externo STARRETT

    Micrômetro externo

    Como o próprio nome indica, é usado para medir as dimensões externas de um objeto, como o comprimento, a largura, a espessura ou o diâmetro externo. É composto por um batente (fixo) e um fuso (móvel), que se ajustam em torno da peça a ser medida.

    Micrômetro interno MITUTOYO
    Micrômetro interno MITUTOYO

    Micrômetro interno

    É usado para medir as dimensões internas de uma peça, como o diâmetro de um furo. Existem micrômetros internos de duas pontas, de três pontas e outros do tipo paquímetro, com duas pontas móveis que se afastam e aproximam para se ajustarem à peça a ser medida.

    Micrômetro de profundidade MICROTECH
    Micrômetro de profundidade MICROTECH

    Micrômetro de profundidade

    Destina‑se a medir a profundidade de um furo, de uma ranhura ou de um entalhe.

    Possui uma haste que é inserida na peça para medir a profundidade com precisão.

  • Micrômetro digital ou analógico?

    Os micrômetros podem ser digitais ou analógicos. A escolha depende da preferência do usuário, das aplicações previstas e da precisão que o trabalho exige. Os micrômetros digitais têm como vantagens a precisão e a facilidade de uso, enquanto os micrômetros analógicos se destacam pela sua durabilidade e baixo custo. Alguns profissionais trabalham com ambos, usando um ou outro conforme as necessidades de medição em cada caso.

    Indicamos abaixo as principais vantagens de cada um deles.

    Micrômetro externo digital TESA
    Micrômetro externo digital TESA

    Micrômetros digitais

    Estes micrômetros têm um display digital, que apresenta as medidas com grande precisão e facilita a sua leitura.

    São recomendados para trabalhos em que seja necessário efetuar a leitura rápida das medições.

    Vantagens:

    • Realizam medições precisas com uma resolução de até um décimo de micrômetro (0,0001 mm).  
    • A tela digital facilita a leitura dos resultados e reduz o risco de erros de leitura devido a fatores humanos, nomeadamente de erros de paralaxe, que têm mais probabilidades de ocorrer com micrômetros analógicos.
    • Alguns micrômetros digitais permitem alternar facilmente entre unidades de medida, isto é, entre milímetros e polegadas.
    • Certos modelos possuem memória para armazenar um determinado número de medições, o que pode ser útil para o monitoramento de dados ou a elaboração de relatórios. 
    • Há, ainda, micrômetros com funções avançadas, por exemplo, de tolerância e zero automático.
    • As telas digitais têm, geralmente, iluminação de fundo e oferecem um bom contraste, permitindo ler os resultados mesmo em condições de iluminação difíceis e com vibrações.
    Micrômetro externo analógico BOCCHI
    Micrômetro externo analógico BOCCHI

    Micrômetros analógicos

    Vantagens:

    • São robustos e resistentes a impactos, vibrações e, de modo geral, a condições extremas em ambientes industriais.
    • O seu preço é inferior ao dos modelos digitais, o que pode constituir um fator determinante para alguns usuários. 
    • Não precisam de pilhas nem de bateria para funcionar.
    • Permitem uma leitura contínua.
    • Devido à sua construção mecânica simples, geralmente precisam de menos manutenção do que os micrômetros digitais.
  • Quando escolher um micrômetro óptico?

    Micrômetro óptico MICRO-EPSILON
    Micrômetro óptico MICRO-EPSILON

    O micrômetro óptico opera de maneira similar aos anteriores, exceto que efetua a medição sem contato físico com o objeto, que é colocado entre o emissor do feixe de luz e o receptor. Trata‑se de um método não intrusivo que permite realizar medições de alta precisão sem risco de danificar objetos frágeis.

    A escolha de um micrômetro óptico justifica-se no caso de aplicações em que seja necessária uma medição extremamente precisa, conforme detalhamos em seguida. Referimos, igualmente, algumas das suas principais aplicações.

    Alta precisão

    Os micrômetros ópticos permitem realizar medições com uma resolução/graduação de alguns micrômetros (ou inferior a um micrômetro, no caso de dispositivos destinados a medições submicrométricas).

    Aplicações: 

    • Pesquisa
    • Engenharia 
    • Fabricação
    • Nanotecnologia
    • Microeletrônica
    • Biologia celular
    • Inspeção de superfícies

    Os micrômetros ópticos são bastante úteis para inspecionar superfícies em pormenor, com vista a detetar e medir a rugosidade, defeitos, riscos/arranhões, entre outros.

  • Que tipos especiais de micrômetros é importante conhecer?

    Micrômetros de ponta esférica 

    Possuem uma ou duas pontas esféricas, uma característica que os torna indicados para medir a distância entre um furo e a borda de uma peça, mas também para realizar medições precisas em superfícies curvas ou irregulares, por exemplo, em atividades de metrologia.

    Micrômetros de ponta tipo lâmina

    São adequados para medir ranhuras, chavetas e formas especiais. Aconselha-se o seu uso nos casos em que seja necessário medir, com grande precisão, peças com contornos complexos.

    Micrômetros para tubos

    Possuem um batente longo que forma um ângulo de 90º em relação ao fuso micrométrico. São usados para medir a espessura de paredes de tubos. Efetuam medições rápidas e altamente precisas.

GUIAS RELACIONADOS
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *