Que UPS escolher?

Uma UPS (do inglês Uninterruptible Power Supply), também chamada “sistema de alimentação ininterrupta”, é um dispositivo que fornece energia a uma carga quando ocorre uma falha na rede elétrica.

Distingue‑se dos sistemas de alimentação auxiliares e de emergência na medida em que oferece uma proteção quase imediata contra cortes de corrente, alimentando os equipamentos com energia armazenada em baterias, supercondensadores (supercapacitores) ou volantes de inércia (flywheels).

A maioria das UPS garante o fornecimento de energia por um período de tempo relativamente curto, de apenas alguns minutos, mas suficiente para que entre em funcionamento uma fonte de energia auxiliar ou de emergência, ou ainda para encerrar devidamente os equipamentos.

As UPS são geralmente utilizadas para proteger equipamentos informáticos, tais como computadores, centros de dados, equipamentos de telecomunicações e outros dispositivos elétricos, nos casos em que um corte de energia possa causar perda de dados ou a interrupção de serviços com consequências potencialmente graves.

UPS: ver produtos

  • Como escolher uma UPS?

    UPS da marca APC para centro de dados

    Na hora de escolher uma UPS que garanta a devida proteção aos seus equipamentos, é importante ter em conta vários elementos:

    Para que necessita de uma UPS?

    As UPS desempenham duas funções essenciais:

    • proteção de equipamentos elétricos contra variações e cortes de tensão;
    • estabilização da tensão elétrica e eliminação de correntes parasitas.

    Como dimensionar uma UPS?

    A fim de dimensionar corretamente a sua UPS, calcule a carga necessária ao funcionamento dos equipamentos em questão, somando a potência de todos eles (indicada em VA).
    Dica: para dispor de uma margem de segurança, opte por uma UPS com uma potência de saída 20 a 25% superior à potência total dos seus aparelhos, que ofereça assim maior autonomia.
    No caso dos equipamentos informáticos, tenha também em conta o fator de potência da UPS (relação entre a potência real em watts e a potência aparente em VA). Por exemplo, os servidores têm um fator de potência de 0,9.

    Quanto tempo de autonomia deve ter a UPS?

    A autonomia das UPS varia consoante os modelos e poderá ser um importante critério de escolha, dependendo das necessidades. Por vezes, será preciso um sistema de alimentação ininterrupta com bateria de emergência para prolongar a autonomia.

    • Existem 4 configurações de UPS:
      • UPS com 15 minutos de autonomia sem grupo gerador de energia:
        • Em 95% dos casos, as falhas de energia duram menos de 15 minutos, por isso, com este tipo de UPS, os seus aparelhos estarão protegidos em 95% das situações.
        • Permitem‑lhe, por exemplo, guardar os dados que estão a ser processados ou continuar online por mais 15 minutos.
      • UPS com 15 minutos de autonomia com grupo gerador de energia:
        • O grupo gerador entra em funcionamento assim que se dá o corte de energia.
        • Estas UPS são particularmente fiáveis e asseguram a proteção dos dispositivos na maioria das situações.
      • UPS redundantes com grupo gerador e duas linhas de alimentação:
        • O seu preço é elevado.
        • Oferecem proteção total contra as falhas de energia.
      • UPS com bateria com autonomia de duas horas no mínimo:
        • Quando não for viável uma solução com grupos geradores de energia, poderá optar por um sistema com baterias.

    Dica: instale um software de gestão de energia para os casos em que a duração do corte de eletricidade exceda o tempo de autonomia da UPS. Este tipo de software permite-lhe guardar todo o trabalho em curso e encerrar, de forma correta e segura, os equipamentos cruciais e/ou mais sensíveis a cortes bruscos de energia.

    Qual a tensão de alimentação da rede?

    • A tensão de alimentação depende da área geográfica:
      • Na América do Norte é, geralmente, de 120 V ou de 208/240 V.
      • Na Europa e na Ásia é, geralmente, de 230 V.
    • Assegure-se de que a ficha da UPS é compatível com as tomadas elétricas usadas no seu país.

    Onde conta instalar a UPS?

    • Existem UPS de diferentes tamanhos e formatos. Faça a sua escolha de acordo com o espaço disponível:
      • As UPS para montagem em rack podem ser instaladas em bastidores standard, com uma altura entre 1U e 14U (U = unidade de rack). Constituem uma boa opção quando o espaço é limitado, sendo usadas, nomeadamente, para servidores e para redes.
      • Para equipamentos informáticos de secretária ou estações de trabalho em rede, opte pelo formato torre, que se pode colocar no chão, numa mesa ou numa estante.
      • Há, ainda, UPS de secretária muito compactas, que podem ser utilizadas para proteger computadores, por exemplo. O seu custo é inferior ao das UPS de torre, mas também têm menos capacidade do que estas.
  • Por que tecnologia optar?

    As UPS são classificadas em 3 tipos:

    • UPS off-line (ou standby)
      • Os dispositivos ligados a UPS off-line são alimentados pela rede.
      • Se a tensão desta descer abaixo de um certo limite, a carga passa a ser alimentada pela bateria, sendo a corrente transformada em tensão alternada pela UPS.
      • Têm uma potência de 1 kVA.
    • UPS de tipo linha interativa (ou line interactive)
      • São muito semelhantes às UPS off-line, mas possuem um regulador de tensão, que permite passar automaticamente para a alimentação por bateria em menos de 2 milissegundos.
      • A potência destas unidades de alimentção situa‑se entre 500 VA e 5 kVA.
    • UPS on‑line (ou de dupla conversão)
      • Produzem, constantemente, corrente alternada a partir da bateria, que está sempre ligada à rede elétrica.
      • A potência das UPS on‑line ultrapassa os 5 kVA.
  • Quando optar por uma UPS off-line?

    UPS off-line da EATON

    Estas UPS são relativamente baratas e adequadas para equipamentos de escritório.

    No entanto, em caso de corte de energia da rede, poderá ocorrer uma interrupção de corrente de alguns milissegundos. São, portanto, menos fiáveis do que outros tipos de UPS.

  • Quando optar por uma UPS de tipo linha interativa?

    UPS de tipo linha interativa da Effekta Regeltechnik

    Com estas UPS, a alimentação por bateria inicia-se em menos de 2 milissegundos. São, portanto, muito fiáveis e oferecem melhor proteção do que as UPS off-line.

    São recomendadas para proteger equipamentos de importância crítica ligados a redes cuja tensão seja instável e sujeita a cortes. Também podem ser usadas para servidores de pequenas empresas.

  • Quando optar por uma UPS on-line?

    UPS on-line da marca ABB

    As UPS on-line produzem corrente alternada em modo contínuo. Se ocorrer uma queda de tensão na entrada da UPS, a bateria deixa de carregar, mas a tensão de saída mantém‑se estável.

    Estes dispositivos são, portanto, particularmente adequados para equipamentos de importância crítica, que necessitam de alimentação permanente, tais como servidores de centros de dados e certos equipamentos industriais e hospitalares.

  • Que outros critérios ter em conta ao comprar uma UPS?

    A eficiência energética e a compatibilidade com a IoT (Internet das Coisas) são dois critérios importantes na escolha de uma UPS.

    • UPS com modo económico

    Como cada vez mais equipamentos industriais, também já estão disponíveis UPS com modo económico.

    As UPS consomem energia, mesmo quando estão em modo de espera. Por isso, alguns fabricantes desenvolveram UPS que podem funcionar em modo económico, ou seja, a UPS é capaz de detetar uma falha de energia em tempo real, mas leva alguns milissegundos a ativar‑se e a começar a fornecer a energia de reserva aos equipamentos a ela ligados. Uma fonte de alimentação ininterrupta em modo económico é, portanto, menos fiável.

    Para fazer face a este problema, a Schneider Electric desenvolveu UPS com o modo ECOnversion. Estas novas UPS funcionam em contínuo, o que significa que, quando ocorre um corte de energia, já estão ativas. Não há, portanto, qualquer interrupção na alimentação.

    • UPS inteligentes

    Com o desenvolvimento da IoT, é agora possível conectar as UPS, equipá-las com sensores e ter um sistema elétrico totalmente inteligente. Desta forma, pode-se recolher dados regularmente sobre o estado da UPS e do sistema elétrico, detetar problemas elétricos que precedam uma falha e corrigi‑los antes que esta ocorra.

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *