Que capacete de segurança escolher?

Os capacetes de segurança são equipamentos de proteção individual destinados a proteger a parte superior da cabeça dos trabalhadores de quedas de objetos, impactos, queimaduras e choques elétricos. Na construção civil e no setor mineiro, o uso de capacetes de segurança é obrigatório.

Os capacetes são concebidos para resistir à penetração, à água e ao fogo, bem como para absorverem a energia de impactos.

Alguns dos seus componentes são reguláveis, permitindo ajustar o capacete à cabeça do trabalhador de maneira a proporcionar-lhe a melhor proteção possível.

Existem capacetes de diferentes materiais, nomeadamente em plástico e em metais leves, como o alumínio.

Capacetes de segurança: ver produtos

  • Como escolher um capacete de segurança?

    Capacete de obra da Productos Climax

    Na escolha de um capacete de proteção, há que ter em conta vários fatores.

    Em primeiro lugar, é necessário identificar o tipo de tarefas a realizar pelo trabalhador, as exigências da atividade e os respetivos riscos. Os capacetes podem oferecer diferentes tipos de proteção, dependendo da atividade para que foram concebidos. Por exemplo, um capacete de obra não deve ser usado para se efetuar trabalhos florestais, pois não oferece a proteção adequada.

    A avaliação dos riscos associados a uma determinada tarefa irá ditar o tipo de proteção necessária: tratamento anti-UV da superfície exterior do capacete, existência ou não de jugular, possibilidade de adaptação de protetores auriculares, camada interna de proteção contra o calor em caso de exposição prolongada ao sol, etc.

    Há, ainda, que ter em consideração o diâmetro da cabeça do trabalhador e o nível de conforto do capacete.

    Importa conhecer a frequência e a duração de utilização previstas. Para um uso ocasional ou intermitente, um capacete do tipo utilizado na construção civil é uma boa opção, por ser fácil de pôr e tirar. Para usos mais prolongados, convém optar por um capacete leve e com elevado nível de desempenho.

    Por último, salienta‑se que estes equipamentos devem cumprir as normas e os regulamentos aplicáveis no país em questão.

  • Quais os diferentes tipos de capacetes de segurança?

    Os tipos de capacetes de segurança variam consoante as aplicações a que se destinam. De notar que nem todos os capacetes oferecem o mesmo tipo de proteção, por isso é imprescindível escolher um especificamente concebido para a aplicação prevista.

    No seguinte quadro, encontra uma síntese dos tipos de capacete por aplicação, respetivas proteções e acessórios disponíveis, bem como as normas aplicáveis (a questão das normas será tratada mais em detalhe no final deste guia).

    Capacete Proteção Acessórios Aplicações Normas aplicáveis
    Boné de proteção contra impactos Resistência a impactos ligeiros que possam causar lesões superficiais.
    Não protege contra a queda de objetos e a projeção de partículas.
    É possível adaptar‑lhe uma lanterna LED. Trabalhos gerais em indústrias que não impliquem riscos significativos (trabalhos de canalização, manutenção, reparação, etc.).
    Setor agroalimentar, pois é fácil de descontaminar.
    EN 812
    Capacete de segurança para uso geral Proteção contra a queda de objetos e contra a penetração de objetos pontiagudos. É constituído pelo casco (que desvia o objeto) e pela suspensão (que amortece o impacto).
    Inclui também uma jugular (fita de fixação que passa por baixo do queixo) e uma cinta de aperto regulável, que mantêm o capacete no lugar.
    Pode oferecer outras proteções (auriculares, contra materiais corrosivos, contra altas temperaturas, etc.).
    Obras
    Setor da construção
    EN 397
    Capacete de segurança de elevado desempenho Elevada resistência à queda de objetos e à penetração de objetos pontiagudos. Casco
    Suspensão
    Jugular
    Tira de aperto à cabeça
    Trabalhos perigosos EN 14052
    Capacete de eletricista Elevada resistência a correntes elétricas (até 440 volts, exposição breve). Casco
    Suspensão
    Jugular
    Tira de aperto à cabeça
    Trabalhos em ambientes onde existam riscos elétricos EN 50365
    EN 397
    Capacete florestal Protege da projeção de aparas e da queda de ramos, por exemplo. Viseira (para proteção dos olhos).
    Protetor auricular (para atenuação do ruído).
    Trabalhos de silvicultura e jardinagem
  • Que elementos compõem um capacete de segurança?

    Os capacetes de proteção são compostos por três partes:

    • O casco (parte exterior), que protege a cabeça de impactos.
    • A suspensão, ou arnês (parte interior), que absorve a energia do impacto, amortecendo‑o.
    • A jugular, uma correia ajustável que passa por baixo do queixo e que mantém o capacete preso à cabeça. É particularmente útil para atividades em que se realizem movimentos bruscos.

    Alguns capacetes, como os capacetes de obras, possuem uma camada interior adicional (em plástico ou tecido) que proporciona maior conforto ao utilizador.

    Há capacetes de proteção de diferentes materiais, de que se destacam três pela sua elevada durabilidade e resistência:

    • Polietileno: os capacetes em polietileno correspondem a 50% das vendas de capacetes de proteção.
    • Alumínio
    • Fibra de vidro: tem como vantagem ser um material leve.
  • Quais as normas europeias para capacetes de proteção?

    Os capacetes de proteção estão sujeitos a normas e regulamentos que variam consoante o país ou a área geográfica.

    Na Europa, os capacetes devem apresentar a marcação CE. Existem quatro normas aplicáveis a capacetes de segurança. Cada uma define o tipo e o nível de proteção que uma dada classe de capacetes deve garantir.

    Norma EN 397

    • Aplica-se a capacetes para uso geral.
    • Define o nível de resistência ao impacto, à penetração e à inflamabilidade.
    • Os acessórios (arnês, jugular, etc.) também estão sujeitos a esta norma.

    Norma EN 14052

    • Aplica-se a capacetes de elevado desempenho.
    • É específica para aplicações industriais: esta norma garante maior resistência contra impactos, incluindo impactos laterais, contra objetos cortantes e altas temperaturas.
    • Esta norma prevê o uso de jugular.

    Norma EN 812

    • Aplica-se aos capacetes de proteção contra impactos.
    • Define o grau de resistência aos impactos e à penetração.
    • A jugular está sujeita a esta norma.
    • Esta norma abrange, igualmente, requisitos opcionais, como a resistência a temperaturas muito baixas, a chamas ou a contactos elétricos.

    Norma EN 50365

    • Aplica-se a capacetes com isolamento elétrico para instalações de baixa tensão.
    • Define a proteção contra uma corrente de curta duração (440 volts AC).
    • Deine também a proteção para tensões de 1 000 V AC e 1 500 V DC.
  • Quais as classes de proteção na América do Norte?

    .Nos Estados Unidos, o uso de capacetes de proteção é regulamentado pela norma ANSI / ISEA Z89 1-2009 e no Canadá pela norma CSA Z94.1-2005.

    Estas normas definem os tipos de capacetes (de acordo com o nível de proteção contra impactos) e as classes de proteção (que indicam o grau de desempenho elétrico).

    Tipos de capacetes: Tipo I e Tipo II

    • Tipo I: abrange os capacetes resistentes a impactos que atinjam a parte superior da cabeça.
    • Tipo II: abrange os capacetes resistentes a impactos laterais ou na parte superior da cabeça.

    Classes de capacetes

    De acordo com as normas americana e canadiana acima mencionadas, os capacetes são divididos em 3 classes de proteção: Classe C, Classe G e Classe E.

    • Classe C (condutor): diz respeito aos capacetes que não oferecem qualquer proteção elétrica. No entanto, estes capacetes proporcionam uma grande respirabilidade e ventilação.
    • Classe G (geral): abrange os capacetes mais comuns, que protegem de tensões até 2 200 volts.
    • Classe E (elétrico): abrange os capacetes que protegem da alta tensão, mais precisamente até 20 000 volts.
Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *