The online industrial exhibition

Que britador escolher?

O britador, também conhecido por fragmentador, é uma máquina de trituração que utiliza energia mecânica para quebrar blocos de pedra, de betão (concreto) e de outros materiais de construção, de modo a obter fragmentos mais pequenos com uma determinada granulometria. Estes equipamentos são usados, nomeadamente, na indústria mineira para reduzir o tamanho dos blocos de minério, a fim de facilitar o seu tratamento posterior. Os britadores são projetados para aceitar materiais com um certo tamanho máximo, dependendo do tipo de máquina. O material poderá ter de passar por vários estágios de britagem até se obter o calibre pretendido.

Os britadores são classificados de acordo com a granulometria que os materiais apresentam à saída, dividindo-se em britadores primários e secundários (produto final de granulometria grossa) e em britadores terciários e quaternários (produto final de granulometria fina).

Britadores: ver produtos

  • Como escolher um britador?

    Há vários parâmetros a ter em consideração:

    • A abrasividade e a dureza. É essencial conhecer as características do material que pretende fragmentar, em particular o seu grau de abrasividade e dureza. Deverá identificar a resistência do material à compressão e a força máxima que aquele é capaz de suportar sem se quebrar.
    • As dimensões. Há que ter em conta as dimensões máximas do material a introduzir no britador (comprimento, largura e altura).
    • A granulometria (calibre). É necessário definir o resultado pretendido, ou seja, a granulometria a obter na sequência da britagem.
    • A capacidade de produção (caudal/vazão). É fundamental estimar a capacidade de produção necessária à sua aplicação. Esta mede-se em toneladas por hora (t/h).

    Em seguida, poderá voltar a sua atenção para os principais tipos de britadores, do ponto de vista da tecnologia usada na sua construção:

    • Britadores de mandíbulas
    • Britadores cónicos
    • Britadores de impacto, ou de martelos
  • Quando optar por um britador de mandíbulas?

    Britador de mandíbulas da marca Shibang Industry & Technology Group
    Britador de mandíbulas da marca Shibang Industry & Technology Group

    O britador de mandíbulas, por vezes também chamado britador de maxilas, é um britador primário. Serve para fragmentar rochas e outros materiais duros e abrasivos, tais como granito, minério e betão reciclado, geralmente para fins industriais. O mecanismo de britagem é constituído por um parte fixa e uma parte móvel, denominadas «mandíbulas», entre as quais a rocha é retida e triturada por compressão. Nestas máquinas, uma correia transmite o movimento do motor ao eixo excêntrico, que vai acionar a mandíbula móvel por rotação. Uma mola força a parte móvel a abrir, deixando os materiais britados descerem gradualmente pelas mandíbulas até atingirem um tamanho suficientemente pequeno para cair pelo fundo da máquina. O britador reduz assim a rocha a fragmentos mais pequenos, que irão ser utilizados, nomeadamente, na construção de estradas e no fabrico de betão para a construção civil.

    O britador de mandíbulas é uma máquina fiável com uma construção básica, que não requer muita manutenção nem um conhecimento técnico aprofundado por parte do operador. É o tipo de britador mais utilizado ao nível mundial. Os britadores de mandíbulas são os mais indicados quando se pretende reduzir blocos de grandes dimensões a fragmentos de calibre inferior que possam ser seguidamente processados por outras máquinas.

    Vantagens:

    • Tem baixo custo operacional e de manutenção, pois são poucas as partes móveis que o compõem.
    • Reduz a matéria-prima até calibres de cerca de 150 mm.

    Desvantagens: 

    • Pouco adequado à obtenção de fragmentos de pequenas dimensões (< 150 mm). Para tal, é necessário complementá-lo com outros tipos de britadores, que posteriormente poderão realizar a redução do calibre do material.
    • Não é indicado para trabalhar com argila nem com rochas metalíferas.
  • Quando optar por um britador cónico?

    Britador cónico da marca Metso
    Britador cónico da marca Metso

    No britador cónico, o material é triturado por compressão entre o cone giratório (que descreve movimentos excêntricos) e as paredes de uma bacia afunilada (carcaça). De notar que este cone tem um revestimento resistente ao desgaste. O material, que se apresenta inicialmente em blocos de grandes dimensões, é quebrado uma primeira vez e começa a descer pelo espaço entre o cone e a bacia, continuando a ser triturado até atingir um tamanho suficientemente pequeno para passar pela abertura estreita na parte inferior da câmara de britagem. O britador cónico pode triturar diversas rochas, das semiduras às duras. O princípio de funcionamento do britador cónico é semelhante ao do britador giratório, mas no cónico a inclinação na câmara de britagem é menos acentuada.

    Embora seja reconhecida a sua capacidade de triturar rochas e minérios duros e abrasivos, o britador cónico é mais adequado à britagem secundária, uma vez que é concebido para fragmentar materiais pré-dimensionados, geralmente de 100 mm, 150 mm ou 200 mm, obtendo-se um produto final de pequenas dimensões.

    Vantagens:

    • Construção robusta
    • Alta produtividade
    • Regulação fácil
    • Baixos custos operacionais. Este tipo de britadores possui um sistema de abertura por mola, que o protege contra sobrecargas e que permite que os materiais que a máquina não consegue triturar passem pela câmara de britagem sem danificar o britador.
    • Equipamento de baixo custo

    Desvantagens:

    • O britador cónico não processa materiais de todas as dimensões. Estes têm que ser previamente dimensionados, não podendo ultrapassar, em geral, os 200 mm.
    • O produto final não é homogéneo, não servindo portanto para utilização direta em inúmeras aplicações em que esse é um requisito fundamental.
    • Tal como o britador de mandíbulas, também não é indicado para trabalhar com argila nem com rochas metalíferas.
  • Quando optar por um britador de impacto?

    Britador de impacto da marca Weir Minerals
    Britador de impacto da marca Weir Minerals

    O britador de impacto pode realizar a fragmentação primária, secundária ou terciária, dependendo do tamanho e do tipo de tecnologia da máquina. É constituído por barras, ou martelos, e por placas fixas de impacto. O material é introduzido pela abertura superior e projetado pelos martelos contra as placas fixas de impacto, fragmentando-se e voltando em direção aos martelos. Este processo repete-se sucessivamente até que o material atinja as dimensões pretendidas. Os britadores de impacto são ideais para triturar materiais de composição heterogénea. Processam materiais com alto teor de argila e também com resíduos e elementos metálicos, como varões, malhas de aço, etc. Podem triturar materiais duros, mas são mais adequados para rochas moles ou de dureza intermédia. O britador de impacto, também conhecido por britador de martelos, pode ter eixo horizontal ou vertical.

    Britador de eixo horizontal: permite obter um produto cúbico uniforme. Pode ser alimentado por diversos meios (esteira transportadora, outro britador, etc.) e garante um excelente rendimento, tanto na fragmentação primária como secundária.

    Vantagem: 

    • A fragmentação por impacto permite controlar melhor o resultado da britagem em termos de tamanho e forma do produto final, conferindo-lhe, por exemplo, ótima cubicidade.

    Desvantagens: 

    • Custos operacionais potencialmente elevados.
    • Dificuldade em quebrar os fragmentos mais pequenos, pois a capacidade de fragmentação do britador está diretamente relacionada com a energia cinética acumulada pelo material quando do embate do martelo. Esta energia depende tanto da velocidade do martelo como da massa do fragmento a britar.
    • O desgaste dos martelos, que varia consoante o tipo de material a fragmentar.

    Britador de eixo vertical: permite obter areia de boa qualidade. Este tipo de britador tritura finamente o cascalho, produzindo uma areia de consistência e forma ideais para ser usada como agregado na construção civil, por exemplo. Esta máquina combina a energia rotacional com a energia de impacto para realizar a britagem.

    Vantagens:

    • Elevada capacidade de produção
    • Elevada relação de redução
    • Baixo consumo de energia
    • Granulometria uniforme

    Desvantagens: 

    • Utilizado apenas para a produção de material de granulometria fina
  • Que outros critérios ter em conta na escolha de um britador?

    Britador móvel da marca Kleemann
    Britador móvel da marca Kleemann

    Os britadores estacionários apresentam a vantagem de terem uma construção robusta. No entanto, se necessitar de movimentar o equipamento, poderá optar antes por um britador móvelOs britadores com rodas podem ser atrelados a um camião e transportados diretamente até ao local da obra. São geralmente equipamentos de funcionamento autónomo, na medida em que possuem um motor próprio. Já os britadores com rastos (esteiras) são concebidos para deslocações frequentes, sendo mais compactos e menos pesados do que os britadores de rodas.

    O britador móvel realiza os mesmos tipos de britagem que o estacionário. Por razões de autonomia, inclui na sua conceção uma tremonha e um sistema transportador para a alimentação, bem como um segundo transportador para evacuar a pedra já britada.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Guias relacionados
Nenhum comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *