O salão online da indústria

Que junta rotativa escolher?

A junta rotativa, ou união rotativa, é um dispositivo de ligação mecânica utilizado para transferir um fluido entre o elemento fixo e o elemento em rotação de uma máquina. Esse fluido pode estar no estado líquido ou gasoso, pressurizado ou a vácuo.

As juntas rotativas são constituídas por um rotor, por um ou vários vedantes, por um ou vários rolamentos e por um corpo. Permitem a movimentação de fluidos em condições de total estanqueidade; daí a importância dos seus componentes de vedação, tais como juntas mecânicas, juntas com lábio de vedação ou O-rings.

Juntas rotativas: ver produtos

  • Como escolher uma junta rotativa?

    Há vários elementos a considerar na escolha de uma junta rotativa.

    O primeiro prende-se com o tipo de fluido para o qual a junta será utilizada. As juntas rotativas podem transferir gás, arvácuo, água, óleo, vapor, água glicolada, produtos alimentares, produtos químicos, líquido refrigerante, lamas, entres outros. A eventual presença de agentes abrasivos ou corrosivos pesará obrigatoriamente na escolha dos materiais de construção da junta.

    Para dimensionar corretamente a sua junta rotativa, deverá identificar o número de passagens necessárias, a velocidade de rotação, a pressão prevista para o seu sistema, bem como a temperatura de trabalho.

    Por fim, se precisar de transmitir um sinal ou uma corrente elétrica no seu sistema, terá de usar uma união rotativa equipada com anel coletor.

    • tipo de fluido
    • número de passagens
    • velocidade
    • pressão
    • temperatura
    • sinal ou corrente elétrica a transmitir
  • Como dimensionar a sua junta rotativa?

    No mercado, estão disponíveis juntas rotativas de vários tamanhos. São apresentados, em seguida, os critérios essenciais para o correto dimensionamento do produto que procura.

    • O diâmetro nominal (DN) da conduta da sua instalação: é o diâmetro interno de um tubo de ligação.
    • A pressão de operação do seu sistema: a união rotativa pode ser usada tanto em vácuo como num sistema pressurizado. Precisará de conhecer a pressão habitual do fluido, compreendida geralmente entre 0 e 1 380 bar (de 0 a 20 000 psi), bem como a pressão máxima de operação. Se o sistema operar com pressão variável, deverá selecionar um produto com uma pressão de serviço que corresponda à pressão máxima prevista para a sua instalação.
    • A temperatura de trabalho do fluido, assim como a temperatura ambiente: identifique as temperaturas mínimas e máximas. Em geral, estas variam entre -100°C e 200°C.
    • A velocidade e o sentido de rotação necessários: a velocidade situa-se geralmente entre 0 e 3 600 rpm. Porém, alguns fabricantes também disponibilizam juntas para velocidades mais elevadas, superiores a 10 000 rpm.
    • diâmetro nominal
    • pressão de operação ou pressão máxima
    • temperatura
    • velocidade de rotação
  • Junta rotativa ou anel coletor?

    A junta rotativa e o anel coletor facilitam ambos a rotação dos componentes de uma máquina. A junta rotativa é usada para transferir um fluido, ao passo que o anel coletor transmite uma corrente ou um sinal elétrico.

    No caso do anel coletor, a corrente é transmitida de uma entrada estacionária, frequentemente uma escova, a uma saída rotativa, geralmente um anel. Num sistema convencional, o anel coletor, também chamado de «anel deslizante» ou «slip ring», é instalado na parte móvel. Pelo seu eixo oco, passam os fios condutores de corrente elétrica. Os anéis coletores são utilizados em inúmeras aplicações, como sistemas de vídeo HD (câmaras de videovigilância) e equipamentos para energias renováveis (turbinas eólicas).

    Se a sua aplicação necessitar de um sinal elétrico, é possível complementar o uso de uma junta rotativa com um anel coletor, com vista à passagem simultânea de fluidos e de corrente elétrica. As juntas rotativas combinadas, ou seja, as juntas rotativas com coletor incorporado, combinam num só dispositivo a transmissão de fluidos e a transmissão de energia elétrica ou de sinais.

  • Que outros critérios ter em conta na escolha de uma junta rotativa?

    O material de construção da junta é importante. Poderá optar por aço, alumínio, latão, ferro fundido ou bronze , dependendo da natureza do fluido a ser transportado. Em seguida, irá escolher o tipo de ligação: macho ou fêmea, roscada, flangeada, soldada ou de ligação direta.

    Existe uma grande diversidade de juntas rotativas normalizadas; porém, há muitos fabricantes que também disponibilizam juntas por medida, com ou sem anéis coletores.

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Nenhum comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *