The online industrial exhibition

Que furadeira escolher?

A furadeira é uma ferramenta utilizada para fazer furos em metal, madeira e em outros materiais. As furadeiras funcionam com uma ferramenta de perfuração designada broca, cuja ponta vai cortar o material. Esta ferramenta de corte é fixada à furadeira por um mandril ou por um cone Morse.

Este guia de compras diz apenas respeito às furadeiras para obras e oficinas, não contendo informação sobre as grandes máquinas de furar industriais.

 

Furadeiras: ver produtos

  • Como escolher uma furadeira?

    Existem três tipos de furadeira: a furadeira portátil (com ou sem fio), a furadeira de coluna e a furadeira com base magnética. A escolha dependerá sobretudo da utilização prevista.

    Em primeiro lugar, há que ter em conta que o diâmetro e a profundidade dos furos realizados com uma mesma furadeira vai variar consoante o material perfurado. A maioria dos fabricantes fornece informações sobre o diâmetro e a profundidade máxima dos furos para cada tipo de material.

    Um outro elemento a considerar é a potência da furadeira. Quanto mais potente, mais fácil será furar materiais duros, como o betão.

    A velocidade depende igualmente da potência da furadeira. Para fazer furos em certos materiais como os metais, uma velocidade muito elevada poderá danificar a broca. Para esse tipo de materiais, recomendamos a utilização de uma furadeira com controle eletrónico de velocidade.

    Por fim, se optar por uma furadeira sem fio, é importante prestar atenção à tensão (voltagem) da bateria. Quanto mais alta for a tensão, mais potente será a ferramenta.

    Elementos a considerar

    • diâmetro e profundidade dos furos a realizar
    • material a furar
    • potência da furadeira
    • tensão da bateria
  • Como escolher uma furadeira portátil?

    Furadeira portátil da marca Metabowerke
    Furadeira portátil da marca Metabowerke

    As furadeiras portáteis, também conhecidas por berbequins, são as que predominam no mercado. Simultaneamente fáceis de manusear, compactas e leves, estão disponíveis nas versões com fio e sem fio.

    Como o seu nome indica, a furadeira com fio tem de ser ligada a uma tomada elétrica, sendo ideal para uma utilização intensiva e/ou prolongada, que não está limitada ao tempo de autonomia da bateria. Além disso, tendo geralmente uma potência de 500 a 1 300 watts, este berbequim é suficientemente potente para perfurar todos os tipos de materiais. No entanto, estas furadeiras são em geral mais pesadas do que as furadeiras com bateria. Consequentemente, não são tão fáceis de manusear nem tão práticas, e seu uso está condicionado pelo comprimento do cabo elétrico.

    O berbequim sem fio, por sua vez, é mais leve, mais fácil de manusear (graças à ausência de cabo) e mais compacto do que o berbequim com fio. Proporciona-lhe, portanto, maior liberdade de movimentos e maior comodidade na forma de trabalhar. Além do mais, o seu preço é inferior ao dos berbequins com fio. Contudo, tem um tempo de utilização limitado pela autonomia da bateria e é menos potente que os modelos com fio. A potência de um berbequim sem fio é inteiramente determinada pela tensão e pela intensidade de corrente da sua bateria.

    Existem ainda berbequins portáteis com percussão (de impacto), que permitem fazer furos em superfícies mais rígidas. Quase todos os berbequins com fio possuem esta função de percussão. É igualmente possível encontrar berbequins sem fio com percussão, mas a utilização desta função vai gastar muito mais rapidamente a bateria.

  • Como escolher uma furadeira de coluna?

    Furadeira de coluna da marca Knuth Machine Tools
    Furadeira de coluna da marca Knuth Machine Tools

    As furadeiras de coluna, também chamadas colunas de furar, máquinas de furar de coluna e engenhos de furar de coluna, são utilizadas principalmente em oficinas. Trata-se de furadeiras potentes e precisas, com capacidade para executar furos direitos e, se necessário, de maior profundidade em peças espessas e rígidas. Realizam uma perfuração vertical. As furadeiras de coluna mais potentes podem fazer furos com um diâmetro até 30 mm.

    Existem dois tipos de colunas de furar:

    • A furadeira de bancada, que permite furar com precisão pequenas peças de madeira e de metal.
    • A furadeira estacionária, fixada ao solo e de dimensões bastante maiores, que é também muito potente e capaz de fazer furos em peças muito grandes.

    Para escolher o modelo de furadeira de coluna que mais lhe convenha, há que ter em conta o uso previsto. Tal como no caso das furadeiras portáteis, tenha em atenção a potência da ferramenta. Deverá ainda calcular qual a distância necessária entre o mandril e a mesa de trabalho, em função do tamanho das peças a furar. É importante saber que alguns modelos permitem ajustar a distância entre o mandril e a mesa, oferecendo assim maior flexibilidade quanto ao tamanho das peças que poderá inserir na máquina.

    Um outro fator a levar em consideração é a ergonomia da coluna de furar. As furadeiras com punhos longos facilitam a descida do mandril, proporcionando maior comodidade ao operador. Algumas máquinas vêm equipadas com um volante, que torna a descida do mandril mais fácil, mais suave e mais precisa.

    As furadeiras de coluna possuem motores monofásicos ou trifásicos. A furadeira trifásica tem mais capacidade para suportar esforços do que a monofásica, pelo que aquecerá menos.

    Por fim, há que considerar as questões de segurança, podendo nomeadamente optar por uma furadeira com interruptor de segurança e/ou por um torno de bancada para fixar as peças a furar. Este último é essencial para prevenir acidentes de trabalho e pode ser comprado à parte.

  • Como escolher uma furadeira com base magnética?

    Furadeira com base magnética da marca Nitto Kohki
    Furadeira com base magnética da marca Nitto Kohki

    As furadeiras com base magnética constituem um tipo específico de colunas de furar e são geralmente usadas para furação de estruturas metálicas em obras.

    Ao contrário das colunas de furar mais comuns, não são fixadas nem ao solo nem a uma bancada de trabalho.
    A sua base magnética permite fixá-la em qualquer superfície metálica.

    Recomendamos a escolha de uma furadeira com uma manivela de punhos longos ou com um volante, que lhe garantirá maior precisão e mais suavidade na furação.

  • Que tipo de mandril escolher?

    Furadeira e mandris da marca Fein
    Furadeira e mandris da marca Fein

    O mandril, também conhecido por bucha e porta-brocas, é a peça onde se insere e fixa a broca. É uma parte muito importante da furadeira, na medida em que o seu diâmetro de abertura vai determinar o diâmetro das brocas que podem ser utilizadas e, consequentemente, o dos furos.

    Existem três tipos de mandris:

    • O mandril convencional, que se aperta com chave. É a forma de aperto mais forte e fiável. Estes mandris têm um diâmetro de abertura máximo de 10 mm ou então de 13 mm. Lembramos que quanto maior for o diâmetro do mandril, maior é a capacidade de furação.
    • O mandril de aperto rápido, que se aperta e desaperta à mão, permitindo a troca rápida de broca, o que vai agilizar o trabalho. Este tipo de mandril é exclusivo das furadeiras portáteis com fio e sem fio e possui um diâmetro máximo ou de 10 mm ou de 13 mm. Porém, este mecanismo de aperto não é tão forte nem tão fiável como o do mandril convencional.
    • O mandril SDS, que permite a troca rápida de broca sem chave de aperto. A broca é encaixada diretamente no mandril graças às ranhuras que possui na extremidade. O mandril SDS também amortece a força de impacto nos trabalhos de furação de materiais duros.
  • Que outras características podem ajudar a escolher uma furadeira?

    Furadeira da marca Milwaukee
    Furadeira da marca Milwaukee

    Certas furadeiras possuem características que lhes conferem maior eficácia, que as tornam mais seguras ou mais fáceis de utilizar.

    Por exemplo, entre as furadeiras portáteis com fio e sem fio, encontramos furadeiras angulares, ideais para realizar furos em locais de difícil acesso, como cantos internos. Graças ao mandril perpendicular, as furadeiras angulares permitem furar, mas também aparafusar e desaparafusar, em locais que não é possível alcançar com uma furadeira convencional. Nas furadeiras angulares mais caras, o ângulo do mandril pode ser ajustado em função do trabalho a realizar.

    Por fim, poderá ainda optar por adquirir uma furadeira com embraiagem de segurança. Se a ponta da broca ficar encravada, a embraiagem de segurança para automaticamente a rotação do mandril e, consequentemente, da broca. Assim, em caso de bloqueio acidental, este dispositivo de segurança protege a furadeira, evitando também a transmissão do binário (torque) ao operador.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Guias relacionados
Nenhum comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *